· 

PROJETE A VIAGEM DE SEUS SONHOS : HOJE :PRAIA DA PIPA RN

COMO CHEGAR

A proximidade com a capital Natal, a cerca de 80km, facilita muito a vida de quem quer conhecer Pipa. Basta pegar a estrada e em uma hora de carro você poderá desfrutar de algumas das mais belas praias do Brasil.

QUANDO  IR

As temperaturas permanecem altas durante todo o ano. No verão elas variam entre 24ºC e 31ºC; no inverno, entre 21ºC e 28ºC. A temperatura média do mar fica na casa dos 28ºC, perfeito para quem não gosta de águas geladas.  

As chuvas ocorrem principalmente entre março e julho, e os meses com mais movimentação de brasileiros estão entre outubro e março.

PRAIAS

PRAIA DO AMOR

Essa é a praia preferida dos surfistas, mas, se você pretende surfar, tome cuidado; a região tem muitas pedras e diversos acidentes já ocorreram ali. A praia tem algumas barracas com boa estrutura, e ela fica no final de uma escadaria bem íngreme – não é um lugar recomendado para pessoas com dificuldade para descer escadas. Antes de descer, tire uma foto do visual, que é lindíssimo!

CHAPADÂO

Nascer do sol no Chapadão

Falésias avermelhadas vão ganhando forma ao seu redor conforme o sol vai surgindo no horizonte. Se o céu estiver com nuvens, o colorido fica ainda mais espetacular. É um lugar lindo e perfeito pra recarregar a mente.

Como chegar no Chapadão em Pipa, RN:

A partir da rua principal, a Av Baía dos Golfinhos, siga as placas que sinalizam o Chapadão. Fica uns 500m após a entrada para a Praia do Amor.

PRAIA DAS MINAS

É exatamente na Pedra do Moleque que termina a Praia do Amor e começa a Praia das Minas.

A pedra que, avistada ao longe pelos navegantes portugueses, há séculos, deu o nome de Pipa a este local, isso porque tem o formato exato de um barril (conhecido também como pipa).

Além de fazer parte da história de Pipa, a pedra também é personagem em diversas lendas locais, como por exemplo, a da enorme serpente que lá se esconde.

O fato é que a pedra demarca virada do vento, a passagem da praia para o mar aberto, com outro tipo de paisagem. Lá é, legitimamente, onde o vento faz a curva.

SIBAÚMA

Sibaúma é um vilarejo originado de um antigo quilombo, que guarda suas tradições e o espírito guerreiro de seu povo. A pesca é uma das principais atividades, mas o turismo já está chegando ao local, que já tem algumas pousadas, bares e barracas de praia muito simpáticas.

A brisa do mar é constante e suas praias têm areia fina, distribuída numa longa faixa, onde as ondas quebram mansamente. Porém, têm também lajões, onde o surf faz as vezes, atraindo surfistas locais.

PRAIA DO CENTRO

É a praia mais próxima do centro, com mais gente e barulho. Vários bares e restaurantes cercam a praia, que tem a água bem calminha, dependendo da maré. A água também é bem transparente e você não pode deixar de dar uma passadinha por ali.

Fácil acesso, bastante indicado para famílias com crianças preferencialmente na maré baixa onde formam lindas piscinas naturais. Muito bom para apreciar o pôr do sol e conhecer os visitantes nas várias barracas conglomeradas na areia.

BAHIA DOS GOLFINHOS

Excelente para caminhada ou natação, mar calmo com apresença de Golfinhos, e poucas barracas incluindo escola de surf e aluguel de caiaques, pranchas e frescobol.

A Praia do Curral, ou popularmente conhecida como Baia do Golfinhos, é ideal para quem quer um contato maior com esses mamíferos. Aqui eles são os donos da casa e costumam receber seus visitantes com saltos e acrobacias.

 

PRAIA DO MADEIRO

No final de muitos degraus, passando pelo meio de várias árvores, você chega ao Madeiro, uma praia muito bonita e conhecida como uma das melhores do Brasil. Nela você vai encontrar algumas barracas, estrutura básica e até pessoas oferecendo aulas de surfe

PRAIA DE CACIMBINHAS

É na Praia de Cacimbinhas que os kitesurfistas se encontram em grande número, embelezando céu e mar com suas cores e movimentos radicais. Praia de águas mais profundas e de vento constante, por ser uma enseada mais aberta, somente nadadores experientes devem se aventurar no seu íntimo.

As areias são finas, largas e dão acesso ao alto das falésias, por escada, e à rodovia RN-003, que margeia as dunas de Cacimbinhas. Essas dunas são privilegiadas, pois de seu alto pode-se avistar toda a orla entre Tibau do Sul e Pipa.

PRAIA DO  GIZ

Logo depois das barracas de Tibau do Sul, começa a Praia do Giz. Própria para banho, é tranqüila e tem longa faixa de areia, que amparam o início das famosas falésias. No Giz, os pescadores, em noite de lua escura, preparam o tradicional “aratu no facho”.

O aratu-de-pedra é a espécie de caranguejo que inunda aquela praia nas noites de lua crescente e minguante. Assim, quando é marcado o evento, todos se reúnem e queimam pedaços de pneus velhos num latão aberto, iluminando toda a praia e atordoando os aratus, que são facilmente capturados pelos pescadores.

Eles, então, preparam a iguaria e a noite é tocada a muita animação

LAGOA GUARAIRAS

Ao chegar ao litoral de Tibau do Sul, próximo ao porto ou no mirante do pórtico da cidade, a primeira paisagem que se avista é a das mansas águas da Lagoa de Guaraíras. Essa lagoa, que já teve suas águas puramente doces e, devido, aos desígnios da natureza, foi aberta ao mar, hoje é uma das principais atrações de Tibau do Sul.

Além de servir de rota para a praia de Malembá e destinos mais distantes, como Natal (pela beira-mar), a lagoa é base de uma das mais importantes atividades econômicas do município, a carcinicultura (criação de camarões). As águas da Guaraíras banham quatro municípios e a pesca artesanal, feita em canoas, é um show aparte a se assistir.

TIBAU  DO  SUL

A praia de Tibau do Sul – ou da Barra – é dividida pela movimentação da balsa, que ora traz os bugueiros que vêm de Natal pela orla e ficam à espera em Malembá, ora levam turistas para a visitação àquelas dunas, com a agitação das barracas que comercializam o melhor da culinária regional e de frutos do mar.

Tibau do Sul, sede do município onde está localizada a Praia da Pipa, é uma região mais tranquila que Pipa, e também com menos turismo. As opções por lá são menores e mais baratas.

PRAIA MALEMBÁ

Malembá tem um grande fluxo de turistas provenientes de Tibau do Sul, em sua maioria. Amparada pelas dunas e por uma longa faixa de areia, é perfeita para passeios radicais em buggys ou quadriciclos.

O acesso se dá pela travessia da balsa, que parte de Tibau do Sul, ou mesmo pela orla desta praia, para quem vem de Natal em buggys ou veículos traçados. Malembá também é um dos points do kitesurf, devido aos ventos constantes e às ondulações da barra da Lagoa de Guaraíras

PROJETO TAMAR EM PIPA

No litoral sul do Estado do Rio Grande do Norte, o Projeto Tamar monitora 33km de praias, nos municípios de Natal/Parnamirim (Barreira do Inferno), Tibau do Sul (Pipa e Sibaúma), Canguaretama (Barra do Cunhaú) e Baía Formosa. São trechos não-contínuos e apresentam estreita faixa de praia, com a presença de dunas intercaladas por falésias.

Em cada temporada reprodutiva, que nessa região ocorre entre outubro a maio, o Tamar registra cerca de 550 ninhos de tartarugas marinhas, gerando mais de 40 mil filhotes. Embora 97,8% dos ninhos sejam da espécie de pente (Eretmochelys imbricata), há também a ocorrência de desovas das outras espécies - oliva (Lepidocelys olivacea), cabeçuda (Caretta caretta), verde (Chelonia mydas)  e de couro (Dermochelys coriacea). A coleta de dados sobre as fêmeas em atividade reprodutiva se concentra na praia de Pipa, onde já foram marcadas mais de 120 fêmeas em apenas 4km.

A importância de unir esforços para proteger as áreas de alimentação de tartarugas marinhas

A história da conservação de tartarugas marinhas no Brasil começa no início dos anos 80, quando o Projeto Tamar passou a proteger as principais praias de desova encontradas na costa brasileira. Nessas áreas, as ações de proteção estão basicamente direcionadas às fêmeas, quando sobem às praias para depositarem seus ovos, aos ninhos e aos filhotes, que quando eclodem, sobem à superfície da areia e rastejam até entrarem no mar. Essas 3 etapas são fases críticas do ciclo de vida de uma tartaruga marinha, portanto proteger as tartarugas nessas fases é fundamental no processo de recuperação das populações e também para que elas se mantenham em níveis saudáveis de conservação

PASSEIOS

VIDA NOTURNA

A Praia da Pipa é também um destino para quem gosta de curtir a noite. Na Avenida dos Golfinhos, o principal ponto de encontro da região, muita gente se aglomera para beber e conversar com os amigos. Nas noites de sexta e sábado, restaurantes e bares ficam cheios de gente.

QUANDO QUER VIAJAR

PERGUNTE-NOS

TEMOS HOTÉIS, HOSTELS, POUSADAS

paraisosyplaceres@gmail.com

Escribir comentario

Comentarios: 0

Quiénes somos

Somos un grupo de tres generaciones enamorados de Arraial D´Ajuda que vive en Argentina pero va y viene muchas veces

Marga Artero, mi hija Marisol y mi nieta Sofia Soncin y la invalorable ayuda de Sergio Bonfiglio

Colaboradores especiales:

Clovis Heberle con su blog  https://clovisheberle.blogspot.com.ar

Maria Silva Leal Leal

Rosana Calzeta

Vagner Beraldo

 

 

Un agradecimiento especial a Guillermo Artero, mi papá  un gran escritor que siempre me alentó a hacer cosas novedosas

 

 BUENOS AIRES

MARGA ARTERO

paraisosyplaceres@gmail.com

Whatsapp   +54 911 5851 6484

 

 

 ARRAIAL D´AJUDA

SERGIO BONFIGLIO

sdbonfiglio@hotmail.com

Whatsapp  +55 73 98157 8507


Desde Rio de Janeiro para Brasil y el mundo

Paula Menezes

Socia Directora 

Feelings Turismo

Consultas

paraisosyplaceres@gmail.com