· 

SONHE COM NOVOS PARADISES : HOJE: ILHABELA- SP

SONHO COM ILHABELA- SP

Ilhabela é um dos únicos municípios-arquipélagos marinhos brasileiros e fica localizado no litoral norte de São Paulo. A ilha possui um território de 348 km², tem cerca de 30 mil habitantes, 36 km de praias e 360 cachoeiras registradas!

COMO CHEGAR

Ilhabela está localizada no litoral norte de São Paulo, distante 90 km de Ubatuba, 200 km da cidade de São Paulo, 170 km de Paraty e 450 km da cidade do Rio de Janeiro. A principal rota para quem deseja visitar Ilhabela é a balsa que parte de São Sebastião e funciona como único meio de transporte público entre o continente e a ilha. Vale dizer que carros e motos também podem fazer a travessia da balsa, ou seja, se você estiver de carro, poderá circular com ele por Ilhabela.

Uma opção mais cômoda para quem não está de carro é contratar um transfer particular. Há diversas opções de ponto de partida em São Paulo e no Rio de Janeiro, com diferentes tipos de veículos, como carro, van e microonibus. O custo varia de acordo com a temporada, o ponto de origem, o número de passageiros e o padrão do carro, por isso é importante orçar diferentes serviços.

CLIMA

A alta temporada na Ilhabela é marcada pelos meses de dezembro a fevereiro, quando os termômetros marcam as maiores temperaturas. Já os meses de inverno apresentam grande queda no turismo. A ilha, entretanto, nunca fica vazia, já que há grandes eventos e feriados prolongados durante todo o ano.

O período de dezembro a março é marcado pelo aumento da temperatura e também das chuvas. O verão alcança, em média, a máxima de 27ºC enquanto a mínima fica na casa de 25ºC

O outono, especialmente os meses de abril e maio, é um ótimo período para conhecer Ilhabela, já que os preços estão mais baixos, a ilha mais vazia e a temperatura ainda é agradável.

PRAIAS

PRAIAS DO  NORTE

PRAIA DA ARMAÇÂO

Com 650 metros de extensão, a Praia da Armação é um dos melhores locais para a prática de esportes de vela, como o windsurfe e kitesurfe, pois é onde o efeito de canalização dos ventos no canal de São Sebastião atinge o ápice.

Point de wind e kitesurfistas, nesta praia fica a sede da Associação de Windsurf de Ilhabela, onde há um barzinho, banheiros e chuveiros. Há também uma escola de esportes náuticos, para quem quer se aventurar na combinação de mar e vento.

Com uma ótima infraestrutura, o turista encontra nesse local alguns bares, restaurantes e quiosques. Boa opção para todas as idades.

PRAIA DA FOME

Acessível apenas pelo mar, a Praia da Fome faz parte do roteiro de passeio que leva também à Praia do Saco do Eustáquio e à Praia de Castelhanos. Com mar muito tranquilo e intenso tom de verde esmeralda tanto na água quanto na vegetação, a Praia da Fome oferece visual bem diferente do encontrado nas praias mais urbanas de Ilhabela. A areia é clara, a água transparente e o ambiente favorece muito a prática de snorkeling. Ótima pedida para a parada no passeio. 

PRAIA DA PACUIBA

A Praia de Pacuíba é considerada por muitos um tesouro escondido de Ilhabela. Pequena e um pouco distante da estrada (de terra), conta com um macio gramado e a cobertura de várias árvores do tipo “Chapéu de Praia”, o que dispensa o uso de guarda-sol.

PRAIA DA PEDRA DO SINO  ( GARAPOCAIA)

Com boa estrutura de quiosques e mar calmo, a Praia de Garapocaia é ideal para ir com a família e as crianças. A praia ficou mais conhecida como “Praia da Pedra do Sino”, pois abriga uma das mais conhecidas lendas de Ilhabela, que justifica seu nome, indígena. Dizem que quando suas pedras são batidas, emitem o som metálico de sino. A lenda pode ser testada pelos turistas que acessam as pedras por uma passarela.

PRAIA DA PONTA AZEDA

PRAIA DA SIRIÚBA

A Praia da Siriúba é ideal para quem quer distância do agito e faz questão de conforto à beira-mar. A paisagem não está entre as mais bonitas de Ilhabela, já que a areia é um pouco escura e o mar não é tão transparente. Ainda que o visual não seja de paraíso, a Praia da Siriúba tem um bom restaurante, cadeiras e sofás convidativos

PRAIAS DO CENTRO   (região entre Vila e Barra Velha):

PRAIA  SACO  DO  CAPELA

Chamado pelos mais antigos de Praia do Saco Grande, o Saco da Capela é uma ótima opção para todos os públicos. Praia de mar calmo e claro, com muitas lanchas e veleiros que dão um charme especial ao lugar. Há quiosques, restaurantes, clubes de praia, banheiros, chuveiros e um belo calçadão com muitas árvores (e alguns chapéus-de-sol), que formam sombras para seus visitantes sobre a grande área gramada.

PRAIA PEQUEÁ

Conhecido pelos antigos moradores como Campo de Aviação, este trecho tem mar de água calma, sombra natural das árvores e boa faixa de areia. Tranquila e reservada, costuma ser frequentada pelos ilhéus. Ótima opção para passar o dia com a família, velejar e praticar stand up paddle. Um píer de 30 metros marca o início da praia e é um bom local para pesca. 

PRAIA DO ENGENHO D´AGUA

História e cultura dividem espaço com o sol e o mar. A praia leva o nome da fazenda colonial, importante patrimônio histórico do bairro, que abrigava um dos principais engenhos produtores de cachaça. As árvores na orla de quase 1 km proporcionam uma bela sombra sobre o gramado para a prática de slackline e as águas calmas favorecem os esportes náuticos. 

PRAIA ITAQUANDUBA

São 200 metros de mar calmo, mas com fundo lodoso e com alguns sedimentos, por isso pouco procurada para banho. Porém, ótima para prática de esportes: canoagem, vela, stand up paddle e futebol de areia. Muito frequentada por moradores e veranistas, possui altos coqueiros na faixa de areia de 440 metros; ótima para um banho de sol tranquilo. A agradável ciclovia também corta toda a sua orla.

PRAIA ITAGUAÇÚ

São aproximadamente 300 metros de orla, bastante procurada pelo mar calmo, areia fofa e variedade de restaurantes e quiosques, que movimentam a região até a noite. Repleta de coqueiros, também possui calçadão com ciclovia, uma praça com parquinho para crianças e imensas rochas que emolduram o cenário. O fundo do mar é lodoso e com alguns sedimentos, mas a praia é boa para canoagem, windsurf e stand up paddle.

PRAIA PEREQUÊ

Próxima ao centro comercial e bem no meio do caminho, entre a balsa e a vila, está a praia urbana e bem movimentada. Possui excelente infraestrutura com bares, quiosques, restaurantes e estacionamento público. São 820 metros de extensão, dezenas de coqueiros embalados por ventos que sopram durante boa parte do ano, o que a torna um local ideal para os praticantes da vela, kitesurf e windsurf.

PRAIA BARRA VELHA

É a primeira praia que o turista se depara ao desembarcar na balsa, ao lado do terminal de ônibus. Com faixa de areia mais escura e estreita, tem muitos barcos coloridos ancorados e apetrechos de pescadores que garantem algumas belas fotos e uma primeira caminhada ou despedida de Ilhabela. Esta área tem uma grande biodiversidade, o Ribeirão Água Branca, formado por cachoeiras que descem do interior da ilha, chega ao mar nesta praia, encontra a vegetação de mangue, que abriga aves costeiras e migratórias.

PRAIAS DE  LESTE

PRAIA SERRARIA

Além do Saco do Sombrio, outro abrigo natural utilizado pelos piratas era a Praia da Serraria, na face leste da ilha. Hoje, pouco procurada pelas embarcações que movimentam a região, o local é residência de 24 famílias que vivem da pesca.

PRAIA DO GUANXUMA

Na face de mar aberto da ilha, a praia de 62 metros pouco movimentada é habitada por apenas duas famílias caiçaras. A água muito clara e calma, a areia branca e a vegetação natural completam o visual de tranquilidade.

studos sugerem que a sua enseada, uma das mais abrigadas da ilha, serviu como ponto de desembarque clandestino de escravos e esconderijo de piratas à espreita de embarcações para saquear.

PRAIA DE CASTELHANOS

No lado leste, voltada a mar aberto, Castelhanos é a maior praia do arquipélago, com aproximadamente 1.700 metros de extensão, excelente para o surfe. Abriga uma comunidade caiçara, restaurantes, bares e campings rústicos, além de um ilhote e dois riachos que deságuam no mar. 

PRAIA MANSA

Vizinha da badalada Castelhanos, como o nome sugere, a praia é calma e indicada para quem busca tranquilidade. Possui uma comunidade caiçara, que a marca de forma bastante característica, espalhando ao longo de seus 100 metros de areia suas redes e canoas. Suas águas são calmas e abrigadas por uma laje de pedras que parte do canto direito em direção ao mar. O acesso é feito por barco ou por uma trilha de 30 minutos a partir de Castelhanos.

PRAIA DA CAVEIRA

Acessível por barco ou por uma trilha de 30 minutos a partir da Serraria, a Praia da Caveira carrega três versões de histórias tenebrosas. A primeira diz que corpos do naufrágio do transatlântico Príncipe de Astúrias foram levados pela correnteza para lá; a segunda conta que um padre enterrou os escravos vítimas do naufrágio de um navio negreiro embaixo de uma figueira; e a última fala que, na época da pirataria, era local de desova de inimigos e membros indesejados da tripulação.

PRAIA DO GATO

Uma das pequenas joias de Ilhabela, pouco conhecida do grande público. O acesso é a partir da trilha da Cachoeira do Gato, que tem início no canto esquerdo da Praia de Castelhanos. Este pequeno e belo trecho de areia abriga grandes pedras de variados formatos e é banhado por um mar quase sempre agitado. 

PRAIA DO SACO DE EUSTAQUIO

Porto seguro para quem navega e perfeita para mergulho, devido as suas águas extremamente transparentes, a Praia do Eustáquio tem apenas 150 metros de extensão em forma de um saco. Suas areias brancas são cercadas de grandes árvores que garantem sombra e mar calmo. As três famílias que residem ali preparam frutos do mar frescos e fornecem uma boa estrutura para os turistas que querem desfrutar da tranquilidade.

PRAIA DA FIGUEIRA

Após duas horas de caminhada pela trilha que sai do canto direito da Praia de Castelhanos, passando pelas praias Mansa e Vermelha, chega-se na quase deserta Praia da Figueira. São 300 metros de orla com areia fina e branca. O mar é calmo, verde e transparente, ótimo para mergulho, pesca e esportes náuticos. 

PRAIA VERMELHA

Recebe esse nome pelo tom da areia de sua orla de aproximadamente 300 metros. Pode-se chegar de barco ou pela mesma trilha que sai de Castelhanos e passa pela Praia Mansa, totalizando 50 minutos de caminhada. No canto direito deságua um rio, formando uma piscina natural

PRAIAS DO SUL

PEDRAS MIÚDAS  (ILHA DAS CABRAS)

Com vista privilegiada da Ilha das Cabras, a apenas 100 metros de distância, a praia é também ponto de encontro de mergulhadores. Sua pequena faixa de areia branca é banhada por águas claras de tons esverdeados que fazem a alegria dos praticantes com peixes como garoupas, badejos, robalos, caranhas, sargos, pirajicas e bodiões. 

PRAIA DO OSCAR

Ótima para quem procura tranquilidade, a praia intimista de apenas 30 metros tem mar calmo, água transparente, vegetação e areia clara. No canto direito, próximo a uma grande pedra, se forma uma piscina natural, ótima para crianças e prática do mergulho livre. 

PORTINHO

Com apenas 60 metros, a praia pequena e muito charmosa tem casas de pescadores à beira-mar, a simpática Capela Santo Antônio, um parquinho para as crianças com deque, alguns barcos e um píer. Há uma praça em frente à praia com restaurantes, quiosques movimentados, ducha de água doce e estacionamento público.

PRAIA DA FEITICEIRA

A bela Praia da Feiticeira tem uma faixa de 250 metros de areia fofa, ideal para descansar e curtir o visual com o casarão neocolonial à esquerda, sede da fazenda São Mathias. Reza a lenda que, no período da colonização, uma antiga proprietária passou a lucrar com o comércio ilegal de escravos que eram trazidos de Angola pelos piratas e, assim, adquiriu grandes riquezas.

PRAIA DO JULIÂO

Tranquila, a orla de 250 metros tem areia branca e fina, vegetação de Mata Atlântica e mar com pedras e ilhotas à mostra e submersas. Um ótimo ponto para mergulho livre com pequenas piscinas naturais e muitos peixes ornamentais. Boa infraestrutura que garante o conforto de famílias e fácil acesso para quem tem mobilidade reduzida.

PRAIA GRANDE

Uma das maiores da ilha, seus 600 metros estão emoldurados por coqueiros e uma areia mais grossa e amarelada. Com ótima infraestrutura, oferece estacionamento público, um calçadão com banco, jardim, restaurante, quiosque, chuveiro, quadra poliesportiva, parquinho e a Capela de São Benedito, que atrai muitos moradores.

PRAIA DO CURRAL

A 9 km ao sul da balsa e com 566 metros de extensão, a Praia do Curral é a mais badalada com um público sempre animado. Há bares e restaurantes espalhados por toda a praia, que oferecem excelentes pratos à base de frutos do mar e drinques exóticos.

PRAIA DO VELOSO

Apenas 300 metros depois da agitada Curral está a tranquila Veloso, última praia da estrada em direção ao sul. São 200 metros de orla, com faixa de areia larga e um pouco escura em alguns pontos. Uma grande mangueira chama a atenção do lado esquerdo da praia. A água é calma e mais procurada por moradores dos condomínios da região para banho. Mergulhadores frequentam o local em busca dos restos do navio Aymoré, que naufragou em 1920, visível entre 4 e 18 metros de profundidade.

PRAIA DO BONETE

Considerada pelo respeitado jornal britânico The Guardian uma das dez praias mais bonitas do Brasil. De areias macias e mar de águas claras, por vezes calmas e outras agitadas, é habitada pela maior comunidade tradicional caiçara do município. Repleta de chapéus-de-sol, com mais de 600 metros de extensão, suas ondas chegam a até três metros, fazendo da praia o paraíso dos surfistas.

PRAIA ENCHOVAS

É mais uma praia quase deserta e praticamente intocada no sul da ilha que conta com uma pequena comunidade tradicional. O acesso é feito por uma trilha de aproximadamente 3 km a partir do Bonete.

A praia leva o nome do peixe do cardápio típico caiçara, tradicionalmente preparado enrolado em folha de bananeira e cozido enterrado no chão.

PRAIA  INDAIAÚBA

A praia paradisíaca, localizada no extremo sul, tem acesso por uma trilha de 6,3 km partindo do Bonete e Enchovas ou por barco (saídas do Perequê). A viagem pelo mar leva aproximadamente uma hora e a chegada surpreende com suas águas calmas e completamente verdes. A orla larga de areia fina e branca tem 200 metros de extensão e é quase deserta, já que há apenas uma pequena comunidade de quatro famílias. O local é ótimo para mergulho e há uma pequena cachoeira no canto direito.

VILA DE ILHABELA

A NOITE

ILHABELA E  O MAIOR CEMITÉRIO  DE NAVIOS  DE A COSTA BRASILEIRA

Foram mais de cem naufrágios registrados desde 1894. O maior deles, o do Principe das Astúrias, ganhou repercussão até no hemisfério Norte, ainda traumatizado pelas 1.513 vitimas fatais do Titanic, que em 15 de abril de 1912, durante sua viagem inauguração, bateu num iceberg e desapareceu sob as águas geladas da costa do Canadá.

Foi um horror cinematográfico. Não faltaram tempestade, raios despencando do céu e cerração no momento em que o navio foi de encontro a uma ilhota rochosa, no local denominado Ponta do Boi. O mais estranho é que na Ponta do Boi existia um farol, cuja luz, que se projetava a cada dez minutos numa distância de três milhas, não foi percebida por ninguém, a não ser no momento em que ocorreu o desastre, durante a madrugada.

O primeiro naufrágio registrado na região foi o do navio inglês vela-vapor Dart. em 1894. Perdido em meio a uma forte cerração, ele encalhou nas pedras de Itaboca por causa da total falta de visibilidade. Pertencente à Casa Real Britânica, a embarcação, de apenas dois anos. acabou afundando.

Na primeira década do século 20, os naufrágios pipocaram. Em 1905, dois vapores brasileiros foram para o fundo do mar, o Vitória, que submergiu na laje do Araçá próximo a São Sebastião, e o Atílio, que se chocou com o veleiro Alttanir na Ponta da Pirabura. No ano seguinte, foi a vez do vapor francês France em 1906, que teve o casco rasgado depois que sua bússola foi afetada pelo magnetismo das pedras da ponta da Piraçununga.

Durante a Segunda Guerra Mundial, as águas de Ilhabela foram visitadas por submarinos alemães, e ficou ainda mais perigoso navegar naquela região. Na época, duas embarcações  teriam  sido torpedeadas por U-boats: o navio norte-americano Eliuhud Washburne, que afundou próximo à Ponta do Boi -atingido pelo submarino alemão U-513 - e o navio brasileiro Campos, vítima de um ataque do U-170.

A partir dos anos 40 e 50, com a progressiva introdução dos radares nos  navios, os índices de acidentes caíram  sensivelmente, e o último naufrágio de que se tem  notícia nas costas de Ilhabela data de 1971, quando o Ucrânia, um pesqueiro de alto mar de bandeira brasileira foi  jogado sobre os costões dos Frades, durante um  temporal

AS MELHORES CACHOEIRAS

CACHOEIRA DO GATO

A Trilha da Cachoeira do Gato, no Parque Estadual de Ilhabela, tem um percurso de 4km, ida e volta, e leva aproximadamente uma hora e 30 minutos para ser todo percorrido. O nível de dificuldade é médio, mas a recompensa é a bela Cachoeira do Gato, com seus 40 metros de altura.

CACHOEIRA DO VELOSO

A Cachoeira do Veloso presenteia os visitantes com um dos lugares mais paradisíacos de Ilhabela. O rio se divide em uma área com vários paredões rochosos criando três quedas, cada uma com mais de 50 metros de altura.

A primeira queda possui uma trilha de nível fácil, com um percurso de aproximadamente 35 minutos de caminhada. Ela cai sobre um poço com cerca de 70 m² e 1,70 m de profundidade

CACHOEIRA DE AGUA BRANCA

Localizada dentro do Parque Estadual de Ilhabela, é uma das cachoeiras mais visitadas da ilha. Sua Trilha de baixa dificuldade e sua localização de fácil acesso, junto à beleza do local, com espécies de plantas exóticas, são uns dos vários motivos de grande visitação durante o ano inteiro.

CACHOEIRA DOS TRÊS TOMBOS

Localizada próxima à Praia da Feiticeira, possui três quedas d’água em sequência. A maior delas despenca de um rochoso paredão de 20 metros de altura. Em suas piscinas naturais e cristalinas, é possível dar um mergulho e deliciar-se nas duchas naturais formadas pelas águas. Sua trilha é de baixa dificuldade.

CACHOEIRA DA ESCADA

Seguir de carro até o Parque Estadual, onde existe estacionamento, banheiro e local para tomar água. A trilha é sinalizada, possui perto dos poços, área para descanso e contemplação a natureza.

DICAS

1-A voltagem em Ilhabela é 110 V;

2-Em Ilhabela, há agências bancárias do Banco do Brasil, Bradesco, Santander e Itaú, além caixa 24h, serviços de agências lotéricas e Correios, que também realizam alguns serviços bancários;

3-Cartões de crédito são amplamente aceitos em Ilhabela, mesmo assim, é bom ter uma reserva de dinheiro, especialmente no caso de ir às praias do lado leste;

4-O comércio em Ilhabela é bem completo e há bons supermercados, farmácia, lojas de variedade e todo o básico necessário para os dias de viagem;

5-Ilhabela é conhecida pela grande incidência de borrachudos e isso não é brincadeira. Especialmente nas praias mais isoladas, eles atacam sem dó. Use repelente o tempo todo para diminuir os danos

BORRACHUDOS EM ILHABELA

Os borrachudos encontram em Ilhabela o ambiente perfeito para proliferação, especialmente nos meses com temperaturas entre 26ºC e 28ºC. O ataque é mais intenso no início da manhã e final da tarde. O mosquito não gosta nem de frio e nem de calor extremo. Nos meses mais frios, a incidência de borrachudos é um pouco menor, assim como em dias extremamente quentes. Na ilha, é comum haver o controle da proliferação dos mosquito, mas muitas vezes ele não acontece ou é feito de maneira ineficaz, o que agrava ainda mais o problema. E como o borrachudo se desenvolve mais em água limpa e corrente, encontra nas belas cachoeiras de Ilhabela um prato cheio para o aumento da família.

QUANDO QUER VIAJAR

PERGUNTE-NOS

TEMOS HOTÉIS, HOSTELS, POUSADAS

paraisosyplaceres@gmail.com

Escribir comentario

Comentarios: 0

Quiénes somos

Somos un grupo de tres generaciones enamorados de Arraial D´Ajuda que vive en Argentina pero va y viene muchas veces

Marga Artero, mi hija Marisol y mi nieta Sofia Soncin y la invalorable ayuda de Sergio Bonfiglio

Colaboradores especiales:

Clovis Heberle con su blog  https://clovisheberle.blogspot.com.ar

Maria Silva Leal Leal

Rosana Calzeta

Vagner Beraldo

 

 

Un agradecimiento especial a Guillermo Artero, mi papá  un gran escritor que siempre me alentó a hacer cosas novedosas

 

 BUENOS AIRES

MARGA ARTERO

paraisosyplaceres@gmail.com

Whatsapp   +54 911 5851 6484

 

 

 ARRAIAL D´AJUDA

SERGIO BONFIGLIO

sdbonfiglio@hotmail.com

Whatsapp  +55 73 98157 8507


Desde Rio de Janeiro para Brasil y el mundo

Paula Menezes

Socia Directora 

Feelings Turismo

Consultas

paraisosyplaceres@gmail.com